Bunge Limited Expande seu Negócio de Açúcar e Bioenergia no Brasil

São Paulo, 24 de dezembro de 2009 - A Bunge Limited ("Bunge") (NYSE:BG) anunciou hoje que firmou um acordo para tornar-se controladora de 100% da Usina Moema Participações S.A. ("Moema Par ").  A Moema Par é uma holding que possui 100% de uma usina de cana-de-açúcar no Brasil e participações em outras cinco.  A capacidade anual de esmagamento do grupo das seis usinas ("Grupo Moema") é de 15,4 milhões de toneladas.  Com esta transação, a Bunge terá uma participação efetiva de 60% da capacidade total, representando a planta integralmente pertencente à Moema Par e suas participações em quatro das outras cinco usinas.

A operação será estruturada como uma troca de ações e, sob os termos do acordo, acionistas da Moema Par terão direito a receber aproximadamente 7,3 milhões de ações ordinárias da Bunge Limited, que inclui um pagamento de aproximadamente US$36 milhões correspondente a capital de giro. Com base no preço de fechamento das ações ordinárias da Bunge ontem, o valor da transação é de aproximadamente US$896 milhões, incluindo aproximadamente US$480 milhões de endividamento líquido e excluindo este montante de capital de giro. A quantidade final de ações a serem emitidas se baseará nos montantes de endividamento líquido e de capital de giro da Moema Par na finalização da transação.

Nas próximas semanas, a Bunge poderá firmar acordos para comprar algumas ou todas as participações remanescentes das cinco refinarias que constituem o  Grupo Moema. Estas transações terão condições econômicas consistentes com os da transação de hoje com a Moema Par. 

Se, além de completar a operação com a Moema Par, a Bunge adquirir 100% das participações remanescentes nas usinas do Grupo Moema Par, os acionistas da Moema Par e os outros acionistas das usinas receberão o montante de aproximadamente 13,4 milhões de ações ordinárias da Bunge Limited, que inclui um pagamento de aproximadamente US$60 milhões correspondente a capital de giro.  Com base no preço de fechamento das ações ordinárias da Bunge ontem, o valor total das transações será de aproximadamente US$1,48 bilhão, incluindo aproximadamente US$710 milhões de endividamento líquido e excluindo este montante de capital de giro, sujeito ao ajuste descrito acima.

A Bunge espera que todas estas transações acrescentem aos ganhos por ação da empresa já a partir dos primeiros 12 meses.

"A transação cumpre o objetivo da Bunge de construir um negócio integrado de açúcar e de bioenergia de grande escala," disse Alberto Weisser, Chairman e CEO da Bunge Limited.  "Representa um ganho de escala significativo em relação as nossas operações existentes e nos permite variar a produção entre múltiplos produtos de açúcar e etanol de acordo com as condições de mercado. A Moema Par também está localizada estrategicamente nas proximidades dos grandes mercados domésticos do Brasil e possui excelente acesso aos sistemas de logística de exportação. Todas estas forças fazem com que Moema Par se encaixe perfeitamente  em nossas operações globais existentes".

As empresas do Grupo Moema estão localizadas na fronteira entre os estados de São Paulo e Minas Gerais, os dois maiores mercados domésticos de etanol do Brasil.  As unidades se beneficiam de economias de custos devido a sua proximidade, e possuem acesso privilegiado, via estrada e ferrovia, a três dos maiores portos exportadores do Brasil (Santos, Paranaguá e Vitória).  As usinas produzem dois tipos de açúcar (bruto e cristal) e dois tipos de etanol (hidratado e anidro). O grupo possui equipamentos de co-geração, é auto-suficiente em termos de necessidades energéticas e vende a energia excedente à matriz energética. A maior parte da cana-de-açúcar é colhida mecanicamente, e a topografia da região deverá permitir um nível de mecanização de aproximadamente 95% no futuro.

"Para açúcar e energia, o Brasil é o lugar ideal para se investir" acrescentou Weisser. "Seu mercado doméstico está crescendo rapidamente. Como o país tem o menor custo de produção do mundo, está bem posicionado para aumentar suas exportações tanto de açúcar como de etanol. A Bunge está contente com esta oportunidade de fortalecer seu compromisso com a economia e com a população do Brasil."

A Bunge Limited concordou em fazer uma declaração de registro para as ações ordinárias emitidas aos acionistas que participam da transação, que permitirá que os acionistas revendam suas ações ordinárias de tempos em tempos. Além disso, os acionistas que participam da transação concordaram com certas restrições de volume e outras restrições relativas à venda de suas ações ordinárias durante um período de 18 meses após a finalização da transação.

O fechamento da operação anunciada hoje está esperado para dentro de 45 dias, sujeito à satisfação de certas condições, incluindo a conclusão de acordos com os acionistas das usinas do Grupo Moema não integralmente pertencentes à Moema Par.

O Credit Suisse está prestando assessoria financeira à Bunge, e o Itaú-BBA está prestando assessoria financeira aos vendedores de MP.




DataNotícia
02/12/2019 BP e Bunge concluem a formação da joint venture BP Bunge Bioenergia no Brasil
27/11/2019 Verão de Soya tem novas maioneses e brinde exclusivo da marca
21/10/2019 Gradina tem participação especial no Mesa São Paulo 2019 e Chefs da Academia Bunge apresentam tendências da confeitaria e panificação
16/10/2019 Soya lança sua nova linha de maioneses e apresenta novo posicionamento
27/09/2019 Salada, a 1ª marca de óleo vegetal do Brasil, comemora 90 anos com novas embalagens
Veja mais notícias...