Programa Soya Recicla contribui há cinco anos com a sustentabilidade nos lares brasileiros

Trabalho de responsabilidade sócio-ambiental vem obtendo resultados bastante positivos em benefício do meio-ambiente com a coleta e reciclagem de óleo de cozinha utilizado, e também com ações educativas, culturais, além de doações

 

São Paulo, 09 de maio de 2011. Lançado em 2006, o Programa Soya Recicla da Bunge Brasil, em parceria com o Instituto Triângulo, está atento aos cuidados com o resíduo dos óleos vegetais de uso doméstico pós-consumo. Como resultado geral, nos últimos cinco anos a parceria garantiu que cerca de 700 mil quilos de óleo vegetal usado não degradassem o meio ambiente e fossem convertidos em sabão biodegradável ou biodiesel, criando uma roda de sustentabilidade. Por intermédio desse trabalho têm sido evitados maiores impactos ambientais principalmente sobre a rede de esgoto das residências.

O programa acumula vários resultados significativos. Em 2006, foram coletados 52,5 mil quilos de óleo. Em 2007 houve crescimento expressivo com base na ampliação das ações da ONG e o resultado chegou a 77,4 mil quilos. A tendência de crescimento se manteve em 2008, aproximando-se dos 90 mil quilos. Já em 2009, com a inclusão de projetos e programas relevantes do Instituto Triângulo, o volume coletado foi 70% superior.  A curva de crescimento expressivo se manteve em 2010, e no fim do ano o total de coleta chegou à casa dos 260 mil quilos, mais que 70% de crescimento com relação ao período anterior.  E tudo indica que 2011 não será diferente, já que apenas nos três primeiros meses do ano foram coletados mais de 57 mil quilos. 

A parceria também é responsável pela coleta de mais de dez mil quilos de pilhas e baterias, além de aproximadamente 25 mil peças de roupas. As pilhas foram encaminhadas para empresas que fazem a reciclagem de insumos e carcaças do resíduo e, as roupas foram doadas para creches e asilos. "O Programa Soya Recicla tem estimulado a mobilização das pessoas em ações de sustentabilidade e gerado envolvimento de diversas comunidades. Desde seu início o trabalho mobilizou aproximadamente um milhão de pessoas de forma direta, utilizando-se como canais de contato, as empresas, condomínios, escolas, shoppings, parques, feiras de rua, eventos comerciais ou ambientais e em ações casa a casa", expõe Sérgio Mobaier, diretor de Marketing da Bunge.

Mais de 100 escolas promoveram atividades ambientais urbanas, com apresentação de peças teatrais, palestras, intervenções cênicas e eventos escolares, mobilizando estudantes de vários níveis, e ajudando a formação dos novos cidadãos.  "Para atingir os diversos públicos são usadas diferentes estratégias de abordagem, com a participação de personagens cênicos ou agentes mobilizadores, que apresentam um discurso coeso sobre materiais residuais, em peças teatrais e palestras, com diversos temas sempre direcionados à mudança do comportamento do individuo para melhoria do meio ambiente urbano. Além disso, há distribuição de panfletos e cartilhas recheadas de informações importantes para a mudança de atitude do individuo", explica Mobaier. Têm sido usados também jornais e revistas do próprio Instituto Triângulo, que já somaram mais de 780 mil exemplares distribuídos ao longo dos cinco anos de projeto, além da internet, com milhares de acessos diários.

A próxima fase prevê a expansão desse modelo para diferentes capitais brasileiras, bem como a maior ampliação da rede de coleta. O objetivo, segundo Michel Henrique Santos, gerente Corporativo de Sustentabilidade da Bunge, é proporcionar às pessoas "a opção por um estilo de vida mais responsável ambientalmente".  A seu ver, o cidadão tem papel ativo nesse processo, pois precisa se engajar e mudar seus hábitos para que o ciclo sustentável seja completo. Atualmente, existem 950 postos ativos para coleta de óleo usado e a perspectiva é que nova parcerias possam tornar esse número ainda maior em um curto espaço de tempo.

Presente no Brasil desde 1905, a Bunge é das maiores empresas de alimentos e do agronegócio do País, atuando de forma integrada, do campo à mesa. É uma das maiores exportadoras atuando também nos setores de açúcar, bioenergia e fertilizantes.  Está em 16 estados brasileiros, reúne hoje mais de 20 mil colaboradores em centenas de unidades, entre indústrias, centros de distribuição, silos e instalações portuárias. Na área de alimentos, suas marcas são tradicionais e conhecidas dos consumidores brasileiros: Delícia, Primor, Salada, Soya e Bunge Pro- esta última dirigida exclusivamente para o segmento de food service.




DataNotícia
02/12/2019 BP e Bunge concluem a formação da joint venture BP Bunge Bioenergia no Brasil
27/11/2019 Verão de Soya tem novas maioneses e brinde exclusivo da marca
21/10/2019 Gradina tem participação especial no Mesa São Paulo 2019 e Chefs da Academia Bunge apresentam tendências da confeitaria e panificação
16/10/2019 Soya lança sua nova linha de maioneses e apresenta novo posicionamento
27/09/2019 Salada, a 1ª marca de óleo vegetal do Brasil, comemora 90 anos com novas embalagens
Veja mais notícias...