Clique no mapa abaixo e saiba mais sobre nossas usinas:

Usina Pedro Afonso

Pedro Afonso, a mais nova usina produtora de Açúcar e Bioenergia da Bunge no Brasil, foi inaugurada oficialmente em 2011. Primeira unidade greenfield da empresa, a usina está localizada em Pedro Afonso, interior do Tocantins e tem capacidade inicial de moagem de 2,5 milhões de toneladas de cana-de-açúcar por ano.

A construção da usina marca a consolidação da joint venture entre a Bunge e a Itochu, uma das principais tradings globais do Japão. Nessa iniciativa, 80% dos recursos financeiros foram investidos pela Bunge e 20%, pela Itochu, que também é parceira da Bunge na Usina Santa Juliana, em Minas Gerais, desde 2008.

A usina utiliza o que há de mais moderno em tecnologia, realiza plantio e colheita totalmente mecanizados, além de aproveitar integralmente o bagaço da cana para a produção de energia elétrica.

Sustentabilidade
Pedro Afonso foi qualificada pela Agência de Proteção Ambiental (EPA, sigla em inglês) para exportação de etanol para os EUA. A usina tem capacidade instalada de 45 MW para geração de energia.
Usina Santa Juliana

Em 2007, a Bunge adquiriu sua primeira usina de cana-de-açúcar em Santa Juliana (MG). A aquisição marca a entrada da empresa na indústria de açúcar e etanol, e complementa o negócio global já existente de comercialização e exportação de açúcar da companhia.

A usina, localizada no Sudeste de Minas Gerais próximo às cidades de Uberlândia e Araxá, se beneficia de uma região muito adequada à produção de cana, bem como da proximidade com importantes mercados domésticos de açúcar e etanol, incluindo o estado de São Paulo. A usina também conta com uma eficiente logística e é conectada por ferrovia aos portos de Santos e Vitória.

Sustentabilidade
Santa Juliana foi qualificada pela Agência de Proteção Ambiental (EPA, sigla em inglês) para exportação de etanol para os EUA. A usina possui capacidade instalada de 80 MW para geração de energia.
Usina Moema

A Usina Moema localizada na Fazenda Moema, município de Orindiúva, noroeste do estado de São Paulo, iniciou suas atividades industriais em 1982, processando cana de açúcar para produção de álcool anidro e álcool hidratado. Em 2010, a unidade foi comprada pela Bunge, quando a empresa se tornou controladora de 100% da Usina Moema Participações S.A., a Moema Par, holding que possuía uma usina de cana-de-açúcar e participação em outras cinco, no Brasil. Além do etanol, a usina produz açúcar, e tem como diretriz o atendimento a grandes indústrias alimentícias

Sustentabilidade
A usina Moema adota normas de qualidade em suas operações e para tal, implementa os sistemas de gestão ISO (Internacional Standards Organization) em seus diversos setores.

A unidade, signatária do Protocolo Agroambiental do Setor Sucroenergético, recebeu o Selo Verde (Governo de São Paulo), que identifica produtores de energia elétrica gerada de forma limpa e sustentável a partir do bagaço e da palha da cana-de-açúcar. A Moema possui capacidade instalada de 24 MW para geração de energia.
Usina Frutal

Em 2010, a Bunge deu um importante passo para a consolidação de sua posição no segmento de Açúcar & Bioenergia ao se tornar controladora de 100% da Usina Moema Participações S.A., a Moema Par, holding que possuía uma usina de cana-de-açúcar e participação em outras cinco, no Brasil. Entre as usinas adquiridas está a Usina Frutal, produtora de açúcar e etanol, localizada na cidade de mesmo nome no estado de Minas Gerais.

Usina Itapagipe

Criada a partir da mais eficiente tecnologia presente no mercado, a Usina Itapagipe, sediada na cidade de mesmo nome no estado de Minas Gerais, iniciou o processamento de cana de açúcar no mês de maio de 2006.

Em 2010, a Bunge adquiriu a unidade, ao se tornar controladora de 100% da Usina Moema Participações S.A., a Moema Par, holding que possuía uma usina de cana-de-açúcar e participação em outras cinco, no Brasil. Além do etanol, Itapagipe produz açúcar e tem com foco o atendimento a grandes indústrias alimentícias

Sustentabilidade
A Usina Itapagipe adota normas de qualidade em suas operações e, para tal, implementa os sistemas de gestão ISO (Internacional Standards Organization). Seu parque industrial é certificados pela norma ISO 9001.
Usina Guariroba

A Usina Guariroba está localizada na Fazenda Guariroba, no município de Pontes Gestal, estado de São Paulo. Inaugurada em setembro de 2007, foi concebida com a mais moderna tecnologia, totalmente automatizada, com máquinas e equipamentos de primeira geração.

A unidade foi adquirida pela Bunge em 2010, quando a empresa deu um importante passo para a consolidação de sua posição no segmento de Açúcar & Bioenergia ao se tornar controladora de 100% da Usina Moema Participações S.A., a Moema Par, holding que possuía uma usina de cana-de-açúcar e participação em outras cinco, no Brasil. A usina Guariroba produz açúcar e etanol.

Usina Ouroeste

A Usina Ouroeste foi adquirida pela Bunge em 2010, quando a companhia deu um importante passo para a consolidação de sua posição no segmento de Açúcar & Bioenergia ao se tornar controladora de 100% da Usina Moema Participações S.A., a Moema Par, holding que possuía uma usina de cana-de-açúcar e participação em outras cinco, no Brasil.

Com uma moderna estrutura, a Usina Ouroeste conta com equipamentos e processos de última geração, constantes treinamentos junto aos seus colaboradores, respeito ao meio ambiente e responsabilidade social, o que a coloca em destaque no setor sucroalcooleiro.

Ouroeste está localizada no município com mesmo nome na região Noroeste do Estado de São Paulo. A usina iniciou suas atividades industriais em maio de 2008, processando cana para produção de açúcar e etanol.

Sustentabilidade
Ouroeste é qualificada pela Agência de Proteção Ambiental (EPA, sigla em inglês) para exportar etanol para os EUA. A unidade, signatária do Protocolo Agroambiental do Setor Sucroenergético, recebeu o Selo Verde (Governo de São Paulo), que identifica produtores de energia elétrica gerada de forma limpa e sustentável a partir do bagaço e da palha da cana-de-açúcar. Ouroeste apresenta capacidade instalada de 12 MW para geração de energia.
Usina Monteverde

Localizada no município de Ponta Porã, próximo a Dourados, no estado de Mato Grosso do Sul, Monteverde foi a segunda usina adquirida pela Bunge.

A aquisição reforçou a posição da companhia na industrialização de açúcar e etanol no Brasil.

A região tem alta produtividade de cana de açúcar, é apta para mecanização da colheita, além de estar próxima das regiões Sul e Sudeste, grandes consumidoras de etanol. Monteverde foi construída com a mais avançada tecnologia no processamento da cana para produção de etanol.

Sustentabilidade
A Usina Monteverde possui capacidade instalada de 20 MW para geração de energia.